Prêmio Shell de Educação Científica

Título: Prêmio Shell de Educação Científica

Duração: 2’23”

[Gravação em vídeo]

Cena fachada do Museu do Amanhã

[Pâmella de-Cnop on fala]

O Prêmio de Educação Científica surge da necessidade de se reconhecer e valorizar o professor, que é o elo principal entre o conhecimento e entre a futura geração.

[Letreiro]

Pâmella de-Cnop. Gerente de Performance Social da Shell Brasil

[Gravação em vídeo]

Cena fachada Museu do Amanhã com pessoas em fila.

[Letreiro]

Valorizar professores das áreas de ciências e matemática: esse é o Prêmio Shell de Educação Científica

[André Araujo on fala]

O Prêmio Shell de Educação Científica, para mim, retorna, eu consigo me lembrar do meu primeiro professor. E particularmente esse prêmio é um dos mais emocionantes.

[Letreiro]

André Araujo – Presidente da Shell Brasil

[Gravação em vídeo]

Cena cartaz amarelo escrito Prêmio Shell de Educação Científica.

Cena de um auditório lotado e pessoas sentadas aplaudindo 3 homens que estão no palco recebendo uma premiação.

[Cláudia Vargas Vilar – on fala]

Não teve nenhuma vez que eu não tivesse sentido orgulho de dizer que eu sou professora.

 [Letreiro]

Educadores de escolas públicas que transformam a sala de aula em ambientes criativos.

[Prof. Alexandre Paes Peixoto on fala]

O professor tem que ir além disso aí. Tem que voltar às raízes, pegar objetos, brincar, aprender e ensinar.

[Letreiro]

Prof. Alexandre Paes Peixoto – Vencedor na Categoria Ensino Fundamental – Ciep 351 – Nova Iguaçu

[Gravação em vídeo]

Cena de jovens ao lado do Prof. Alexandre Paes Peixoto posando para uma foto e segurando o cheque branco da premiação da Shell.

[Letreiro]

Projetos que mostram formas inovadoras de ensinar e de aprender.

[Professor Tobias de Assis Ricardo on fala]

O projeto envolveu fontes de luz natural e artificial e essa análise possibilitou aos nossos alunos concluírem qual lâmpada, por exemplo, atende melhor às nossas necessidades visuais.

[Letreiro]

Prof. Tobias de Assis Ricardo – Vencedor na Categoria Ensino Médio – Colégio Estadual Francisco Portella.

[Prof. Rogério Gomes de Lima Tostas on fala]

A gente quer apresentar, né? Para eles como a física funciona no dia a dia deles.

[Letreiro]

Prof. Rogério Gomes de Lima Tostas – Ceip 355 – Roquete Pinto

[Gravação em vídeo]

Cena de pessoas tirando foto com um celular na frente de um banner do Museu do Amanhã.

[Letreiro]

Despertando o interesse dos alunos pelo conhecimento científico.

[Prof. Luiz Felipe Lins on fala]

Tem crianças escondidas por vários cantos desse país que desenvolvem trabalhos fantásticos.

[Letreiro]

Prof. Luiz Felipe Lins – Escola Municipal Francis Hime

[Prof. Rogério Gomes de Lima Tostas on fala]

E a Shell é responsável por isso. O incentivo que ela deu ao professor através dessa premiação foi o catalizador, né? Que despertou nesses cientistas do amanhã o desejo por aprender ciência.

[Cesar Callegari on fala]

Espero que esse tipo de política e de programa tenha continuidade, porque ele, de fato, é um incentivo necessário para que o país supere as suas dificuldades, sobretudo, valorizando as educadoras e os educadores do nosso país.

[Letreiro]

Cesar Callegari – Sociólogo e avaliador da Comissão Master do Prêmio Shell de Educação Científica.

[Gravação em vídeo]

Cena de auditório com pessoas aplaudindo.

[Pâmella de-Cnop on fala]

Quando um professor olha para uma premiação dessa e fala: "Eu posso conseguir, eu posso conquistar", ele vai estar estimulado a desenvolver novos projetos. É isso que a gente quer causar. É esse impacto que a gente quer gerar.

[Letreiro]

O futuro da ciência brasileira passa por aqui.

[Gravação em vídeo]

Cena fachada do Museu do Amanhã vista de cima.

Logo da Shell.